Ageman reforça fiscalização e acompanhamento de obras de saneamento com o uso de drones

O trabalho de fiscalização e acompanhamento das obras de saneamento básico realizado pelos técnicos e engenheiros da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (AGEMAN) recebeu um reforço especial, a partir do uso de drones.

Nesta semana, os vôos se concentraram no canteiro da obra da nova Estação de Tratamento de Esgoto do bairro Educandos, zona Sul de Manaus.

O diretor-presidente da Ageman, Fábio Alho, explica que com o drone, são obtidas imagens e vídeos da evolução dos serviços, facilitando a análise e a comparação das etapas, criando também um acervo técnico mais proveitoso e que pode ser acessado por todos os técnicos envolvidos na execução da obra.

“Com o drone é possível filmar locais altos e de difícil acesso. As imagens são de excelente qualidade e tem nos auxiliado sobretudo nesse período de Pandemia, pois apesar do retorno de algumas atividades, estamos mantendo todas a precauções em nossas atividades externas com os nossos funcionários”, afirmou Fábio Alho.

A obra da nova ETE Educandos foi iniciada em janeiro de 2019 e quando concluída, terá capacidade inicial de tratamento de 200 litros de esgoto por segundo, podendo chegar à vazão máxima de 305 litros de esgotos por segundo, beneficiando aproximadamente 135 mil pessoas.

O uso de drones no trabalho de fiscalização e acompanhamento das obras, como também as inspeções de funcionamento dos sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário que atendem a cidade de Manaus começou ainda em 2019, quando a Ageman firmou com a Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), uma Cooperação Técnica e Financeira visando a implementação de ações de aprimoramento das atividades de fiscalização da concessionária de água e esgoto nas áreas de intervenção do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim).

A parceria resultou na aquisição e consequentemente doação para a Ageman de equipamentos que estão sendo utilizados para reforçar as ações da regulação municipal, sobretudo no âmbito do esgotamento sanitário da capital.

Texto: Tereza Teófilo

Fotos: Ageman

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *